quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Não sei

Não sei.

Não sei se sinto falta dos seus beijos
Ou dos seus risos fáceis.

Não sei se sinto falta das nossas brincadeiras
Ou das nossas intimidades.

Não sei se sinto falta de acordar ao seu lado
Ou de saber que poderei matar a saudade.

Também não sei onde estava com a cabeça
Quando quis terminar,
Quando achei que estaríamos melhor separados
Quando queria provar outros lábios.

...

Mas sei que hoje não durmo
Pensando se você está bem,
Se teve um bom aniversário,
Se está feliz em outros braços.

Se não, estaria feliz ao voltar para os meus?
Sei que sinto a sua falta.

Um comentário: