segunda-feira, 11 de julho de 2011

Histórias Urbanas

Cenas que lhe vêm à cabeça. Todos já tiveram uma,  e todos procuram lembrar de ao menos uma. Eu já tive milhões, mas engraçado como sempre tenho uma entre milhões. Não uma específica, mas sempre uma.
    Semana passada fui a uma praça, famosa por seus espetáculos. Ótimo, uma distração. Mas uma das meninas me chamou atenção.
    Ela era alta, branquinha, cabelos louros pintados. Um rosto apaixonante, sem falar no sorriso. Este brilhava no palco. E olha que só tinha artista fera, como dizia meu pai.
    Enfim, estava eu no ônibus , sem nada pra fazer exceto pensar. E como pensar sempre faz mal, pensei nela.
    Entrava no ônibus com aquele sorriso perfeito, dizia até obrigada para a trocadora. Caminhava como um anjo até o fundo do ônibus. Eu quase levantei para falar com ela, até que lembrei que era só um pensamento.
    Já tem um mês e teimo em não esquecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário