quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Palavras de um formando

    Bom! Este é um blog independente e bem pessoal. Assim, provavelmente eu não tenho muitos leitores assíduos. Amigos com certeza eu tenho! E tem também aqueles leitores que estão longe... que provavelmente eu nem conheço. Mas se vocês lêem, esse texto é para vocês também!
    Lá estavam meus pensamentos de autopiedade! Achando que postar uma desculpa pela pouquíssima presença no blog esse ano seria algo desnecessário. Mas lembrei que possuo amigos. E lembrei também daqueles que, como falei antes, só pelo fato de lerem, entenderem e (para alguns) até comentarem fazem deste autor (eu!) uma pessoa mais feliz.
    Hoje conclui um ciclo em minha vida. Se não fosse pela tamanha felicidade que estou agora, eu poderia chorar! Nem chorar de alegria deu! E cada um tem sua opinião. Para alguns esse ciclo pode ser marcado por amizades, talvez estudo, ou alegrias simplesmente. Para outros por coisas ruins. Para mim, o que marcou foi o autoconhecimento.
    Quero dizer, óbvio, tive minhas alegrias e tristezas. Amizades que serão para sempre. Mas não se compara. No meu 1º ano de ensino médio eu pude descobrir o valor da amizade. Principalmente da amizade. Daquelas pessoas que me deixaram dormir num bosque enquanto a aula andava. Daqueles que me ajudaram a furar fila, que estavam juntos na primeira vez que matei aula! Enfim, muitas outras cenas. E legal perceber que as pessoas que eu conheci naquele ano ainda são meus melhores amigos.
    Já no 2º ano eu descobri muito mais sobre amizade. Meu Deus, se não fossem também os amigos que fiz e que fiquei mais próximo no 2º ano eu não sei o que seria de mim. Mas tiveram outras coisas. Dentre elas, descobri o valor do que é ser humano. De cidadania, dever, verdade. Fiz amigos que eram professores e a estes dirijo todos os meus agradecimentos. Contudo, isso foi só numa parte do ano. Na outra parte foi uma lição demorada. Foi amor!
    Dolorosa lição. Confortável, gostosa lição. Até hoje, a melhor! Recomendo a todos.
    Mas o 3º realmente me emocionou. Com toda a bagagem que eu já tinha, eu aprendi sobre vida! Aprendi o que é viver. Das dificuldades ao lazer. A responsabilidade cobrada, dos sonhos de vida. Ah! Aprendi a beber também!!!!!!! Caipirinha é uma bebida muito boa! E além de tudo. Aprendi a estudar.
    E aqui está a minha desculpa. O estudo intenso que eu não aprendi durante o 1º e o 2º anos eu tive que aprender no 3º. Infelizmente não consegui o tanto para conseguir uma ótima nota em vestibular. Mas aprendi muito. Eu não sabia que podia estudar tanto. De um lado isso é ótimo. De outro, isso me deixou completamente e frio em relação ao meu adorado blog. Aos meus textos.
    Hoje eu conclui esse 3º ano. Tudo o que conquistei continuará. (Aqui ta a emoção com amigos, profesores, família e tudo o mais). Vou me aproximar novamente daqui. E acima de tudo, obrigado por essa experiência, essa oportunidade.
    Eu não seria nada sem ela.